segunda-feira, 14 de abril de 2014

Green Day disponibiliza inédita 'State of Shock'

O álbum 'Demolicious', sucessor da trilogia ¡Uno!, ¡Dos!, ¡Tré!, ainda não chegou às lojas - o que deve ocorrer no próximo domingo - mas o Green Day já presenteou seus fãs com uma das 18 faixas que farão parte do novo disco, que mescla canções inéditas com demos de músicas lançadas ao longo da carreira de sucesso da banda hardcore.

Sandro Palma muda de ideia. Agora vai ser candidato a deputado estadual #Resenhando


Como costumo fazer todas as segundas-feiras, hoje à tarde estive acompanhando ao vivo mais um sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Santiago, sem muitas novidades, mais uma vez. Os mesmos velhos embates de sempre, os mesmos atropelos da língua portuguesa e zero de projetos relevantes.

Mas toda sessão, sempre temos uma novidade, principalmente quando o vereador-presidente Sandro Palma vai à tribuna. Dessa a novidade é que ele não é mais pré-candidato a deputado federal como vem anunciando desde o final do ano passado. Calma gente, ele mudou de ideia, mas por um motivo nobre: agora vai concorrer a deputado estadual.

Sim, durante a sessão desta tarde Sandro Palma anunciou que foi convencido a concorrer à Assembleia Legislativa. Segundo ele, a pré-candidatura anunciada hoje é uma imposição do partido. E, como bom "soldado" que é, não teve como dizer não ao PTB.

Com a pré-candidatura de Palma, agora são três os pré-candidatos oficiais por Santiago. Além dele, Miguel Bianchini (PPL) e Paulo Saciloto (PDT) já haviam confirmado suas candidaturas. Guilherme Bonotto Behr (PSD) e Vanderlei Almeida (PV) ainda não confirmaram se pretendem mesmo concorrer.

Vereador é mais um a se lançar como pré-candidato. 

Thiago Correa lança mistura de Kimbra com Jorge Benjor

Thiago Correa é um dos nomes mais comentados da cena samba-rock brasileira há algum tempo. De um tempo para cá ele também se especializou nos chamados "mashups", onde faz versões de grandes sucessos nacionais ao seu estilo misturadas com vozes bastante conhecidas e hits estourados pelo mundo afora.

Como toda semana ele lança uma novidade, não dá pra postar todas por aqui, mas isso não impede que você fique atento aos lançamentos. Basta acessar o site do cara pra curtir as novidades e o acervo de gravações.

Pra começar a semana, uma mistura pra lá de bacana de Kimbra com uma clássica do Jorge Benjor. Aprecie sem moderação!

segunda-feira, 7 de abril de 2014

"Sete Luas", a nova da Reação em Cadeia, chegou


Conforme anunciando, "Sete Luas", a nova música da banda gaúcha Reação em Cadeia chegou. Música e clipe pra curtir. Assiste aqui e confere o som a qualquer momento na programação da Rádio Conteúdos Criativos.

Atendimento do SAMU desaponta e indigna mais uma vez em Santiago

Publico na íntegra o texto recém compartilhado pela amiga Fátima Friedriczewski em seu perfil do Facebook. Frustrada, decepcionada, indignada. O faço porque conheço a Fátima e sei que sua narrativa é precisa e honesta ao extremo. Amanhã vamos - mais uma vez - em busca de respostas. Por que isso acontece com tanta frequência? Afinal de contas o SAMU é ou não é um atendimento de emergência?

"Depois de muitos e muitos dias sem tempo para caminhar, fui com minha filha fazer hoje uma caminhada na Av. Aparício Mariense. Mas lá adiante do Mercado Bazzana, na frente da Sirtec, havia uma pessoa caída, aparentemente desmaiada, com as mãos roxas, passando muito mal mesmo. Era um homem que havia passado correndo por nós uns dez minutos antes. O que poderia ter acontecido, um ataque, um infarto ? Qual leigo saberia ? Várias pessoas que passavam tentavam ajudar, com todo o cuidado. Alguns telefonavam para a Brigada, outros para os Bombeiros. Aí tive a infelicidade de ligar para o SAMU, alguém atendeu e disse que ia passar para o médico falar comigo, mas o médico não atendeu, ficou tocando uma gravação dizendo quais os casos de urgência em que o SAMU poderia ser chamado. Esperei por uns trinta minutos e desliguei. Algumas pessoas me pediram para ligar para o Jornal O Expresso, outras ligaram para a Rádio Santiago, outras para o jornal A Folha.

E todo esse tempo o homem continuava estrebuchando caído no chão sem ter o socorro necessário.

Minha filha ligou novamente para o SAMU e disse que iria reclamar para a ouvidoria deles, sendo que deixaram novamente naquela gravação que já falei. Ela esperou um pouco, ninguém atendeu, e ela desligou.

E o homem continuava do mesmo jeito caído no chão. E já estava anoitecendo e não chegava nem um socorro, e os caminhantes estavam parados para pelo menos não deixar o homem sozinho caído no chão.

Nisso passou um carro verde da Brigada Militar que parou e militares foram verificar o que era. Dali há alguns minutos chegou a ambulância do Corpo de Bombeiros. Penso que foram os militares que ligaram para os Bombeiros com sucesso, mas realmente não vi.
Quando o homem já estava sendo socorrido e já era noite, e eu e minha filha retornávamos para casa, recebi uma ligação do telefone 051 3320-0100, do SAMU, sendo que passaram a ligação para o médico, que em vez de procurar saber o que havia acontecido com a pessoa, passou a me desacatar e me ameaçar que a ligação estava sendo gravada. Desliguei. Não havia o que fazer. Seria muita burrice de minha parte ficar ouvindo insultos de quem deveria dizer palavras boas e socorrer quem precisa.

Reporto-me à Constituição Federal, a nossa Constituição cidadã, a qual preceitua no seu “ Artigo 196 da Constituição Federal de 1988 :

Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.”

Então, que país é este onde a Constituição é rasgada dessa maneira?
Eu sempre pensava que o descaso, o abandono e a crueldade eram praticados por alguns humanos contra os animais. Mas hoje vi que existem coisas muito piores.

Então pergunto: onde está a humanidade ?

Por isso gosta tanto do “Assim falou Zaratustra” do Nietzsche, que num trecho diz: “Em algum lugar há ainda povos e rebanhos, mas não entre nós, meus irmãos: aqui há Estados.

Estado? O que é isso? Pois bem! Agora abri-me vossos ouvidos, pois agora vos direi minha palavra da morte dos povos.
Estado chama-se o mais frio de todos os monstros frios. Friamente também ele mente; e esta mentira rasteja de sua boca: “Eu, o Estado, sou o povo."

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Ipea errou: 26%, e não 65%, concordam que mulheres com roupas curtas merecem ser atacadas

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), órgão do governo federal, divulgou nota nesta sexta-feira na qual afirma que o resultado da pesquisa que provocou protestos, mobilizou artistas e autoridades, entre elas a presidente Dilma Rousseff, e teve ampla repercussão nas redes sociais, estava errado. Ao contrário do que foi divulgado há nove dias, 26% e não 65% dos brasileiros concordam com que “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”.

Segundo o Ipea, houve uma troca nos gráficos da pesquisa. Os porcentuais corretos são: 26% concordam, total ou parcialmente, com a afirmação "mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”, e outros 70% discordam total ou parcialmente. Um grupo de 3,4% disse ser neutro.

Em nota, o órgão afirma que “foram aplicados 3.772 questionários em 211 municípios de todas as unidades da federação. O questionário não foi aplicado apenas em horário comercial. Os pesquisadores atuaram em períodos de até doze horas diárias, inclusive aos sábados, domingos e feriados”.

A pesquisa com os dados errados teve enorme repercussão e deu origem a uma campanha nas redes sociais com os dizeres #eunãomereçoserestuprada.

Após o reconhecimento do erro, o diretor de Estudos e Políticas Sociais, Rafael Osório, pediu demissão.

Fonte: Revista Veja

quarta-feira, 2 de abril de 2014

'Not A Bad Thing', novo hit de Justin Timberlake também é novidade na Rádio Conteúdos Criativos

Ele vem se transformando em "hitman", homem de vários hits. Pois é, Justin Timberlake está de música nova na programação da Rádio Conteúdos Criativos: 'Not A Bad Thing'. Claro que você não precisa mais esperar pra curti-la! É só clicar aqui e ficar de ouvido coladinho na programação. Quando você menos esperar, ela toca!

Já imaginaram a Copa do Mundo no Brasil com a presença dos Simpsons?

O canal norte-americano Fox exibiu esta semana um episódio que vai chamar a atenção dos brasileiros. Acontece que pela segunda vez na história da série os personagens viajam para o Brasil. E desta vez eles desembarcam por aqui para a Copa do Mundo. Imaginem a loucura!

Pois é, aí está o episódio, com direito a legenda e tudo. Divirtam-se!!!

A história:
O chefe da família Simpson vem para o Brasil com a família para um período de treino para exercer a função de juiz de futebol. Durante o episódio conhecem vários pontos turísticos da cidade de São Paulo, como a Ponte Estaiada e a Catedral da Sé. Escândalos de corrupção, cartazes sobre as manifestações realizadas durante a Copa das Confederações e a Floresta Amazônica sendo desmatada são temas retratados na série. Em uma das cenas, uma faixa chama a atenção. ‘Bem-vindos ao Brasil! Arruaceiros, por favor tumultuem o Paraguai.’ Depois, o patriarca da família Simpson sofre com a pressão de mafiosos sul-americanos para manipular os resultados das partidas da Copa. Mesmo assim, não cede a pressão e o Brasil acaba perdendo para a Alemanha por 2 a 0 na grande final.

"Empire", de Shakira, é a nova atração da Rádio Conteúdos Criativos #MúsicaBoaoDiaTodo

'Empire', nova música de trabalho da Shakira, já está rodando na programação da Rádio Conteúdos Criativos. É só clicar e ouvir!

terça-feira, 1 de abril de 2014

Abaixo-assinado online pede flexibilização da Voz do Brasil


Um dos programas mais tradicionais do rádio brasileiro, e um dos mais odiados também, continua sendo vítima de movimentos que querem o fim de sua obrigatoriedade as 19h - ou sua flexibilização, ao menos.

Reproduzido obrigatoriamente por todas as emissoras de rádio do país, a Voz do Brasil, há tempos é alvo de movimentos e projetos que clamam pela possibilidade de que ela seja apresentada em horário alternativo. Apesar da "boa vontade" de alguns políticos, a proposta pouco tem evoluído em Brasília.

Tentando mudar essa realidade, surgiu na internet um abaixo-assinado que pede pelo flexibilização do horário, permitindo que as emissoras possam reproduzi-la a partir das 22h. Com o slogan "A voz que eu quero ouvir", o movimento leva em conta que neste horário, principalmente nas grandes cidades, o ouvinte tem interesse em saber como está o trânsito, notícias do tempo e, claro, ouvir suas músicas favoritas enquanto enfrenta a rotina de voltar pra casa, ir pra faculdade ou até iniciar um novo turno de trabalho.

Para aderir é simples, basta acessar o site, preencher um cadastro rápido com nome completo, e-mail, cidade e estado em que reside. Assim você colabora para democratizar um dos horários mais desejados pelas emissoras brasileiras e seus ouvintes.

Comercial de despedida da Kombi emociona o mundo

A Kombi deixou de ser fabricada em dezembro de 2013, então, a Volkswagen lançou na última semana um minidocumentário com o último desejo de um dos veículos mais famosos e queridos da montadora alemã. Emocionanet!

domingo, 30 de março de 2014

Fresno + Lenine + Emicida = Manifesto (Eu Sou a Maré Viva)

Indicação do Saimon Ferreira, "Manifesto' é faixa 2 do EP "Eu Sou A Maré Viva", da banda Fresno, com participações de Lenine e Emicida. O vocalista Lucas é autor da música e divide a letra com Emicida. A faixa conta também com a participação do músico gaúcho Lucas Lima nos violinos e violas.

Ouça acompanhando a letra, que está logo abaixo do vídeo



A gente acorda pra vida e não quer sair da cama
A gente abre a ferida na pele de quem nos ama
A gente vive na guerra, a gente luta por paz
A gente pensa que sabe, mas nunca sabe o que faz
A gente nega o que nunca teve forças pra dizer
A gente mostra pro mundo o que se quer esconder
A gente finge que vive até o dia de morrer
E espera a hora da morte pra se arrepender de tudo.

E todas essas pessoas que passaram por mim
Alguns querendo dinheiro, outros querendo o meu fim
Os meus amores de infância e os inimigos mortais
Todas as micaretas, todos os funerais
Todos os ditadores e sub-celebridades
Farsantes reais encobertando verdades
Pra proteger um vazio, um castelo de papel
Sempre esquecendo que o mundo é só um ponto azul no céu*

Quem é que vai ouvir a minha oração?
E quantos vão morrer até o final dessa canção?
E quem vai prosseguir com a minha procissão,
Sem nunca desistir, nem sucumbir a toda essa pressão?

No escuro, a sós com a minha voz... por nós, quem? Quem? Quem?
Antes, durante e após, desatando os nós, hein? Hein? Hein?
Sente no corpo uma prisão, correntes, vendas na visão
Os caras não avisam, balas não alisam, minas e manos brisam
E precisam de mais, mais visão, ter paz
Note que o holofote e o vício nele em si te desfaz
Menos é mais, e o que segue é a lombra
Onde se vacilar os verme leva até sua sombra
Cada qual com seu caos
O inferno particular
Tempo, individual
E o amor, impopular

Quem é que vai ouvir a minha oração?
E quantos vão morrer até o final dessa canção?
E quem vai prosseguir com a minha procissão,
Sem nunca desistir, nem sucumbir a toda essa pressão?

*O 'ponto azul no céu' faz referêcia ao 'Pale Blue Dot', de Carl Sagan (1934-1996). A expressão foi concebida por Carl ao observar as fotos tiradas pela sonda Voyager, que revelavam a Terra como um 'pálido ponto azul' perdido na imensidão do Espaço, quando vista a bilhões de quilômetros de distância.

As repercussões sobre pesquisa em que maioria apoia estupro

Dia após dia, desde que foi publicada, a pesquisa que aponta que 65% dos entrevistados considera que mulher que usa roupas provocantes merece ser estuprada vem ganhando novos episódios. O mais recente deles é a criação de uma campanha, a "Eu não mereço ser estuprada", onde mulheres publicam fotos com pouca ou quase nenhuma roupa e a frase que embala a campanha.

Abaixo estão alguns registros de um dos movimentos iniciados na internet.



Que país é esse em que usar roupa curta é motivo pra ser estuprada?

Demorei para fazer esta postagem porque a semana foi realmente bastante corrida, mas sempre é tempo para registrar absurdos como esse. É, no mínimo, para parar e pensar. Se você se enquadra nessa porcentagem que pensa assim, sinceramente, prefiro até que você não leia, muito menos que comente, pois certamente vou ficar enojado com qualquer meio parágrafo que você vá escrever.


Para 65%, mulher que mostra corpo merece ser atacada
Seis em cada 10 brasileiros acreditam que se as mulheres "soubessem se comportar", haveria menos estupros no país. O dado é do estudo "Tolerância social à violência contra as mulheres", divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) nesta quinta-feira, que mostra a visão da população sobre agressões e abusos contra pessoas do sexo feminino.

Nesta mesma direção, 65,1% dos quase 4 mil entrevistados disseram concordar total ou parcialmente que mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas.

E acredite: tanto homens quanto mulheres foram entrevistados. Elas, na verdade, foram a maioria dos consultados no levantamento (66%).

Os resultados foram considerados preocupantes pelo Ipea, que observou contradições na visão dos brasileiros.

Por exemplo, 91% das pessoas questionadas concordam total ou parcialmente que "homem que bate na esposa tem que ir pra cadeia".

Para o instituto, embora a violência física não seja mais tolerada, a grande maioria da população ainda enxerga o homem como o chefe da família e que à mulher cabe “se dar ao respeito” - 34,6% concordam que tem mulher que é para casar e tem mulher que é para cama.

Essa percepção parece ainda mais preocupante diante dos recorrentes relatos de abusos sexuais no transporte público nas cidades brasileiras.

Só na cidade de São Paulo, 30 grupos de molestadores que atuam no Metrô e na Companhia Paulista de Transporte Metropolitano (CPTM) estão sendo investigados pela Polícia Civil.

Os dados do Ipea fazem parte da pesquisa Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS), realizada com 3.810 pessoas em 212 cidades de todos os estados do país, entre maio e junho de 2013.

Fonte: Revista Exame

quinta-feira, 27 de março de 2014

Torcedora que disse ter arrancado cadeira da Arena recua e exclui foto


Thayssa Ribeiro ficou famosa na noite desta quarta-feira. Logo após o jogo entre Grêmio e Brasil de Pelotas pela semifinal do Gauchão. Nas redes sociais ela postou uma foto com o que seria uma cadeira da Arena.

Esbanjando felicidade ela escreveu #recordação.

Percebendo a repercussão negativa, imediatamente ela apagou a foto e postou:

"Pessoal q bobagem será q vcs msm q são gremistas n vêem q eu n tenho nem força p arrancar uma cadeira e trazer p casa podem me xingar olhar vídeo pictural o q quiserem eu n fiz nada .. Simplesmente aquilo tava onde saio os ônibus e pegamos p tirar foto.

O que eu vou falar pra vocês?

Se quiserem, acreditem. Eu não fiquei convencido com a desculpa da cidadã".

quarta-feira, 26 de março de 2014

Vídeo bem humorado protesta contra obras inacabadas em Porto Alegre

"Happy", música de Pharrel Williams foi usada como base para a paródia por um grupo que alerta para as obras inacabadas em Porto Alegre, no dia do aniversário de 242 anos da capital de todos os gaúchos.

Inspirados na coreografia da música de Pharrel, os integrantes do grupo dançam em meio a congestionamentos, apertados dentro de um ônibus e pelos canteiros de obras atrasadas.

Portadores de 5 mil sobrenomes podem ser habilitados a pedir cidadania espanhola

Os judeus sefarditas, originários de Portugal e Espanha, há anos não eram reconhecidos por suas origens. Entretanto, o governo espanhol decidiu se redimir com esse grupo, expulso do país em 1492, e devolver a cidadania aos seus descendentes. O Parlamento publicou um anteprojeto que propõe a concessão a qualquer um que prove ser descendente dos sefarditas. Um dos critérios considerados será o sobrenome. Aquele que constarem nas listas oficiais de famílias do ramo judeu poderão ser beneficiados. Ao todo, cerca de 5 mil sobrenomes pode ser contemplados.

O governo modificará seu Código Civil e beneficiará "os cidadãos estrangeiros sefarditas que comprovem essa condição e sua vinculação especial com o país, ainda que não tenham residência legal na Espanha, independente de sua ideologia, religião ou crenças". Ainda haverá um debate sobre o tema, mas espera-se que a lei seja aprovada em pouco tempo.

Vários sites relacionados a organizações judias ou focados no público judeu mantêm a lista com prováveis nomes de famílias sefarditas. Confira no site administradores.com.br.

domingo, 23 de março de 2014

Matéria do GE expõe crise na Confederação Brasileira de Futsal

Anúncio da saída de Falcão agitou os bastidores e abriu margem para surgimento de denúncias. Foto: AP
O anúncio de aposentadoria feita esta semana pelo craque Falcão, que não mais defenderá a seleção brasileira de futsal, acendeu a luz amarela e expôs algumas situações muito comentadas nos bastidores, mas nunca "oficializadas" a respeito da administração da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), administrada há quase quatro décadas por Aécio Borba, conhecido no meio como Doutor Aécio.

A debandada de jogadores é apenas uma das dores de cabeça com as quais os dirigentes da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) estão lidando nos últimos meses. Chamada de “ditadura” por Falcão e criticada por vários outros ícones do futsal verde-amarelo, a entidade atravessa, além da crise política, um grave problema financeiro. Sem contrato renovado com seus dois principais patrocinadores, a CBFS encara um horizonte preocupante pela frente, já que a saída das principais estrelas da seleção e a revelação de pendências na comprovação de despesas podem gerar danos ainda maiores à imagem da instituição.
O cenário, no entanto, não surpreende o maior astro do país no futebol de salão. Sem economizar nas palavras, Falcão afirma que muitas vezes foi mantido na seleção justamente por pressão dos patrocinadores - versão confirmada por fontes ouvidas pelo GloboEsporte.com. O craque também revela um outro lado da relação entre a CBFS e as empresas que financiavam a Confederação: a soberba do presidente em relação ao poder da entidade na renovação dos contratos.

BANCO MUDA RUMO; CORREIOS AGUARDAM REGULARIZAÇÃO
O GloboEsporte.com procurou as cinco empresas cujas marcas são exibidas pela Confederação em seu site oficial como patrocinadores e apurou que os responsáveis pelo aporte das maiores cifras ao longo dos últimos anos não renovaram os contratos com a entidade. O Banco do Brasil, parceiro desde 2007 e que pagava cerca de 4,5 milhões por ano para estampar sua marca nas costas da camisa, alegou mudança da estratégia do marketing e opção por investir no handebol, que é modalidade olímpica e conquistou o inédito título mundial em dezembro de 2013.

A situação com os Correios ainda pode ser revertida, mas revela a seriedade do quadro. A estatal, que patrocinou a CBFS por 10 anos e tinha uso exclusivo da denominação “patrocinador oficial”, alega que está em processo de reavaliação da parceria devido a “pendências na entrega de documentos para comprovação de despesas e fiscalização do processo anterior”. Basta ver os números investidos para entender a resistência da empresa com a renovação. Entre 2012 e 2014 foram repassados R$ 20 milhões para a Confederação.

A Chevrolet não respondeu às solicitações da reportagem, e a Kagiva preferiu não se pronunciar sobre o assunto. A Pulse, fornecedora de material esportivo da seleção, alegou que os valores e cláusulas contratuais são confidenciais e lamentou o rompimento entre atletas e a Confederação. Afirmou, no entanto, que cumprirá o contrato até o fim.

- Entendemos que a relação entre atletas e seleção brasileira é questão exclusiva entre jogadores e Confederação Brasileira de Futsal. Lamentamos o fim de uma história tão rica e vitoriosa, mas respeitamos a decisão de cada um.(...) Nosso contrato é com a seleção brasileira de futsal. Apoiamos esse esporte por conhecer sua força. A formação de astros nessa modalidade é muito grande. Perdemos grandes jogadores, inclusive um dos maiores de todos os tempos, mas outros surgirão. Independentemente de quem vestir essa camisa, pelo menos até o final do contrato, ela será da Pulse – disse a empresa, através de nota.

EMPRESA DE MARKETING EVITA FALAR SOBRE 'CALOTE'
Entre os patrocinadores da Confederação corre ainda a informação de que a entidade não teria honrado seus compromissos com a Entertainment Sports Management (ESM), empresa de marketing esportivo que tem como clientes clubes de futebol como Corinthians, Santos, São Paulo, Palmeiras, Vasco e Cruzeiro, além de marcas que patrocinam alguns dos principais times de vôlei do Brasil.

A ESM foi contratada pela CBFS em janeiro de 2013 como parte do plano da diretoria para alavancar a imagem do esporte após a conquista do heptacampeonato mundial na Tailândia. O GloboEsporte.com apurou que, sem receber pagamento pelos serviços prestados, a empresa de marketing encerrou o vínculo e foi cobrar a dívida na Justiça. Procurada pela reportagem, a ESM apenas confirmou que não trabalha mais com a Confederação, mas preferiu manter silêncio sobre a dívida.

A ESM continua a exibir em sua página uma imagem da seleção brasileira de futsal em meio à de outros clientes. Ocorre que a empresa ainda presta serviços à Pulse, fornecedora de material esportivo justamente da CBFS.

'PRESIDENTE DESDENHAVA DE PATROCINADORES'
Maior ídolo do futsal no país, Falcão vê a exposição da complicada situação financeira da Confederação com naturalidade. Segundo o craque, os patrocinadores compartilham as mesmas insatisfações que os atletas com a atual gestão da entidade e, por mais de uma vez, interferiram politicamente para que ele fosse mantido na escalação – contrariando o desejo da instituição, que barrou a escalação de outros atletas com que teve desavenças.

- Sempre falei da importância dos patrocinadores para a seleção. E, assim como os jogadores, os patrocinadores também estavam insatisfeitos com a gestão da Confederação. Em várias reuniões eu presenciei o Edson (Nogueira, diretor de seleções) desdenhando dos patrocinadores, dizendo que iria ver com quem ele queria renovar, quando na verdade era o contrário. Várias vezes eu fui convocado pelo técnico Ney (Pereira) e fui barrado pelo Edson, mas por muita pressão dos patrocinadores, acabei entrando. Eu já sabia que seria natural essa perda de patrocinador, porque estão encerrando o contrato com a confederação e eu não faço mais parte da seleção, é normal. Mas eu não estou me preocupando com isso porque fiz as contas, e seu perder todos os meus patrocinadores, consigo encerrar minha carreira bem, apenas com o meu salário no clube. Não é o mesmo para a Confederação. Eles precisam disso, precisam do investimento para manter o futsal em alto rendimento.

A versão de Falcão é confirmada por uma fonte ligada à Confederação.
- A história do Falcão não se dar com a Confederação não é de hoje. Os patrocinadores sempre pressionaram para mantê-lo. Como os principais contratos venceram agora, ninguém interferiu desta vez. Vai ficar difícil para eles. Perdendo o maior ícone (do esporte), quem vai patrocinar?

Durante toda a sexta-feira, o GloboEsporte.com tentou ouvir a CBSF. Edson Nogueira, contatado por telefone, preferiu não se pronunciar. A assessoria de imprensa da instituição disse que encaminharia as perguntas enviadas pela reportagem à diretoria, mas até o momento da publicação desta matéria não houve resposta.

Fonte: GloboEsporte

Final do Gauchão #DoisToques


Sei que ainda é cedo para fazer previsões, mas a classificação de Caxias, Inter e Brasil de Pelotas me permite dizer que o Grêmio garantindo a vaga logo mais estará fazendo justiça. Que me perdoem os demais, mas se confirmada a vaga gremista, os quatro melhores estarão disputando um lugar na decisão do Gauchão.

Mas esse primeiro palpite serve apenas para abrir caminho para o que vem a seguir, um pitaco básico sobre as semifinais e, por consequência, sobre a final do 'ruralito'.

Seria simples apostar no básico, ou seja, um Gre-Nal na final. Acredito até que possa dar a lógica e seria justo com o que fizeram Grêmio e Inter ao longo da primeira fase. Mesmo não atuando com força máxima, estiveram sempre à frente dos demais adversários, em especial o Inter, que sobrou na fase de classificação. Mas por que não apostar na zebra? Nesse caso seria apostar nas zebras.

Para o futebol gaúcho seria muito bom. Daria ao interior o espaço pelo qual tanto os clubes lutam ano após ano, entre outras repercussões positivas. Daria também uma grande dor de cabeça a Grêmio e Internacional, que precisariam fazer algumas reavaliações, principalmente do lado colorado, já que o Tricolor teria a disputa paralela da Libertadores como possível desculpa.

Enfim, mais que um palpite, esta postagem é um desejo íntimo que divido com vocês. Há tempos eu sonho com uma final com clubes do interior. Coisa de maluco, dirão alguns, mas penso assim e acho até que exagero um pouco em compartilhar.

Ah, reparem que em momento algum falei na possibilidade de o Juventude eliminar o Grêmio logo mais. Não porque isso seja improvável ou impossível, pelo contrário, mas se isso ocorrer já será meio caminho andado para a realização da "profecia".